Vikings na América: Os Europeus Que Chegaram Quase 500 Anos Antes de Colombo

A marca de uma tempestade solar gravada em objetos de madeira permite datar um sítio arqueológico nórdico no Canadá com enorme precisão.

Os vikings usaram seus barcos para cruzar o Oceano Atlântico e se estabeleceram no Canadá em 1021, de acordo com um novo estudo que fornece a primeira data dos europeus nas Américas. Esse estudo examinou artefatos de madeira de um assentamento viking que não havia sido datado em Newfoundland, que fornece o registro mais antigo aceito pela história oficial de humanos cruzando o Atlântico para chegar às Américas.

Este edifício reconstruído da era Viking fica ao lado do local de L’Anse aux Meadows.

O local, conhecido como L’Anse aux Meadows (Enseada das águas-vivas), está localizado na península do Norte de Newfounland. Ao chegarem a L’Anse aux Meadows, os vikings derrubaram árvores com lâminas de metal, que não eram produzidas pela população indígena que vivia na área naquela época. Os fragmentos da madeira, deixados para trás no assentamento, vieram de três árvores diferentes. De acordo com Michael Dee, pesquisador da Universidade de Groningen (Holanda) e diretor da pesquisa: “As árvores absorvem carbono da atmosfera e o incorporam em seus anéis durante seu crescimento”. Parte desse carbono é radiocarbono, e naquele ano os níveis dispararam. Dentro dessas peças havia anéis de árvores – incluindo um marcador claro para o ano 993. No ano anterior, os cientistas sabiam que uma enorme tempestade solar ocorreu, liberando um fluxo de raios cósmicos, ou partículas altamente energéticas, do sol quase à velocidade da luz, que teriam elevado a concentração de carbono 14 na atmosfera. 

Esse fenômeno deixou uma assinatura perceptível e distinta nos anéis das árvores no ano de 993.

Todos os três objetos de madeira mostram o mesmo sinal da tempestade solar exatamente 29 anéis de crescimento antes de encontrar a borda da casca. 

Amostra das madeiras do sítio arqueológico viking analisadas nas quais se pode ver tanto o corte metálico quanto os anéis da árvore.

As tempestades solares afetam o magnetismo terrestre, perturbando a relação entre os carbonos 12 e 14, por exemplo. Durante o processo de fotossíntese, as árvores capturam essas variações. A do ano de 992, como a de 774, foi um evento cósmico brutal registrado pelas árvores de todo o planeta, daí a precisão da datação da madeira dos vikings.

Encontrar sinal dos 29 anéis de crescimento da tempestade solar na casca permitiu concluir que a atividade de corte ocorreu no ano 1021 d.c.

Esta imagem do microscópio mostra anéis dentro de um fragmento de madeira de L’Anse aux Meadows.

Os vikings também estabeleceram uma presença na Islândia e na Groelândia, a oeste, antes de chegarem ao local de L’Anse aux Meadows.

Embora o número exato de viagens às Américas, ou quanto tempo eles ficaram lá, não seja claro, as evidências atuais mostram que foi provavelmente uma estadia curta para os vikings.

Mas há evidências no sítio de L’Anse aux Meadows que mostram que os vikings exploraram áreas ao sul de Newfoundland enquanto estavam nas Américas. 

Combinar técnicas de pesquisa modernas e a descoberta de outros textos poderia ajudar a estabelecer uma linha do tempo para os vikings nas Américas.

O uso de eventos de raios cósmicos pode ajudar os pesquisadores a estudar e datar outros locais históricos considerados de origem viking ou medieval, porque há pelo menos dois eventos que ocorreram durante este período em 775 e 993. Os pesquisadores também estão tentando rastrear outras tempestades solares, e até agora, eles confirmaram outra que ocorreu em 660 a.c.

Com o tempo, espera-se que tais pesquisas forneçam novos insights explicativos sobre a história do passado humano.

L'Anse aux Meadows (Newfoundland-Labrador Canada) cruise port schedule | CruiseMapper
Reconstrução do assentamento viking de L’Anseux Meadows, no nordeste do Canadá.

 

 


Referências

  • Site: brasil.elpais.com
  • Blog: vinoviajas.blogpost.com
  • Site: cnnbrasil.com.br
  • Site: www.historyextra.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.