Misteriosos Efeitos Sonoros Estão Entre As Descobertas Mais Intrigantes Do Sítio Megalítico De Malta

Compartilhe

Considerado Patrimônio Mundial da UNESCO, o Hypogeum de Hal Saflieni localiza-se em Paola-Malta, e reserva mistérios que vão desde a descoberta de crânios alongados até fenômenos paranormais. Talvez seja o mais antigo templo pré-histórico subterrâneo do mundo, e com certeza o único exemplo conhecido de uma estrutura subterrânea da Idade do Bronze!

O Hypogeum de Hal Saflieni foi descoberto no ano de 1902, acidentalmente, e ganhou inestimável valor na pré-história maltesa. Com cerca de 5.000 anos, acredita-se que o local possa ter sido um santuário e usado como oráculo.

Durante as escavações foram encontrados e documentados restos mortais de mais de 7.000 indivíduos e, embora muitos dos ossos tenham sido perdidos, a maioria dos crânios podem ser encontrados no Museu Nacional de Malta.

O Hypogeum Hal Saflieni, também conhecido como “Labirinto”, é composto por três níveis sobrepostos e esculpidos em calcário globigerina macio. Possui câmaras e corredores interligados, e as salas principais exibem uma abóbada abaulada com estruturas bem elaboradas que se assemelham a portas e janelas de construções terrestres contemporâneas.

O templo foi construído de forma muito interessante e perspicaz, direcionando a luz da superfície para câmaras inferiores e conservando padrões intrincados pintados com ocre vermelho em partes do teto, formando pontos e espirais.  Uma das principais câmaras, o “O Santo dos Santos”, está disposta de maneira que a luz do solstício de inverno ilumina sua fachada a partir da abertura original, porém a descoberta mais notável trata-se da Senhora Adormecida, uma figura de barro  e que estudiosos acreditam ser a representação da deusa mãe . Do abstrato ao real os temas principais parecem estar  relacionados a veneração dos mortos e a uma transformação espiritual.

Entre tantas câmaras e mistérios que o templo revela, não há como não falar das propriedades acústicas únicas e intrigante da câmara do oráculo, que além de ampliar o som da voz humana, faz com que seja escutada em todas as partes da estrutura. Alguns relatos expõem que quando se está dentro do Hypogeum é como estar dentro de um grande sino! E que é possível sentir o som vibrar muito além dos ouvidos, dentro de todo o corpo, inclusive nos ossos e na pele. Segundo um artigo na Ancient Origins o compositor maltês Ruben Zahra com uma equipe de pesquisadores da Itália analisou e descobriu que o som ressoa a 110 Hz dentro da câmara do Oráculo. Uma frequência igual ou bem próxima a que foi encontrada em muitas outras câmaras antigas ao redor do mundo, incluindo a Newgrange da Irlanda. Newgrange é uma  tumba do Conjunto Arqueológico do Vale do Boyne, no Condado de Meath, na Irlanda, e destaca-se como um dos sítios pré-históricos mais famosos do mundo. Foi construído  sob um alinhamento solar tão preciso que ao nascer do sol do dia mais curto do ano (solstício de inverno), um fino raio de luz projeta-se no piso da câmara.

Algumas pesquisas atuais sugerem que propriedades acústicas com som reverberante afetam as emoções humanas. Então, teria a câmara do oráculo de Saflieni, sido projetada intencionalmente de maneira que pudesse afetar a psique das pessoas? Teria ela, sido usada como uma poderosa ferramenta mística durante os supostos rituais?

São em questionamentos como estes, capazes de permear o ilimitável imaginário humano, que se revelam as incríveis e importantes descobertas da história. Assim como a luz solar que penetra estas cavernas tão antigas, eles possuem o poder de iluminar o caminho secreto das mais inexploradas possibilidades. Inevitável e óbvio que a chave de acesso para a resolução de tantas dúvidas esteja, justamente, no entrelace de todas as esferas da ciência, sejam elas humanas, exatas ou biológicas.

Sabe-se que ressonâncias fractais não lineares aparecem na acústica do Hypogeum e que tipos de frequências como estas conseguem alterar a matéria.

Uma explanação mais atual sobre vibração e frequência  pode ser encontrada num artigo de 2016, do Instituto Bazzi, http://institutobazzi.com/:  “A frequência de 528 Hz (da nota Mi) é conhecida pela sua exatidão vibracional, utilizada, por exemplo, pela bioquímica genética para reparar DNAs com déficit. Para os matemáticos pitagóricos, o uso da frequência de 528 Hertz permite redescobrir a sintonia harmoniosa da criação do universo, conectando toda a rede de campos morfogenéticos numa mesma escala. É possível que determinadas frequências sonoras e ultrassons tenham sido utilizados por antigos sacerdotes chineses, egípcios, gregos e maias, afim de produzir efeitos transformadores e de cura na realidade percebida.”

Num experimento realizado em 2008 com a participação de voluntários saudáveis que tiveram suas atividades cerebrais expostas a diferentes frequências ​​monitoradas por EEG, observou-se que em 110 Hz os padrões de atividade sobre o córtex pré-frontal mudam drasticamente, proporcionando uma relativa desativação na área da linguagem e uma temporária modificação na dominância esquerda para a direita em relação ao processamento emocional.  Sem dúvidas, propositalmente ou não, os indivíduos que estiveram no local experimentaram vibrações que podem ter impactado suas vidas a nível de pensamento e consciência. Talvez isso tenha ocorrido através de cânticos, rituais, orações…, mas o fato é que, a frequência de 110 Hz além de estimular a criatividade, pode influenciar positivamente a área do cérebro responsável pelo comportamento social, como humor e empatia.

Hypogeum Hal Saflieni-Malta Imagem: Wikipedia Creative Commons

Durante a Conferência Arqueoacústica cujo foco foi o misterioso efeito sonoro existente no Hypogeum, um experimento desafiador foi realizado. Usando microfones ultrassensíveis e gravadores digitais na câmara do oráculo foi possível testar respostas da acústica por diferentes vozes e simples instrumentos musicais que poderiam ser usados quando Hypogeum ainda estava em atividade, lá por volta de (4000 – 2.500 aC). E os resultados foram muito interessantes, pois revelaram que a voz masculina conseguia alcançar uma ressonância em duas frequências: a de 114 HZ e 68-70 Hz, enquanto chifres e conchas não produziram qualquer ressonância, entretanto um tambor xamânico foi capaz de ressoar tão forte que chegou a frequência de 114Hz  equivalendo-se ao conseguido pela voz masculina. Curiosamente, a voz feminina não produziu o mesmo efeito.

As pesquisas parecem evidenciar que arquitetos da época projetaram o templo de forma minuciosamente planejada, e que conheciam muito bem o impacto das frequências vibracionais em Hz na psiquê humana. Surpreendentemente, é de fato, um passado que se revela extremamente avançado, e que guarda consigo instigantes mistérios a serem desvendados neste nosso tempo presente.

Caverna de Malta – O Hypogeum de Hal Saflieni-UniversalSkywalker

A nível de comparação, um vídeo com o som do mantra OM na frequência de 528 Hz.

 

 

O Hypogeum, imagem: Richard Ellis

A Senhora Adormecida de Hal-Saflieni, Museu Nacional de Arqueologia , Valletta

O Santo dos Santos, imagem: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Malta_04_Hypogeum_Hal_Saflieni.jpg


Referências:

APRIL HOLLOWAY. The Incredible Sound Effects Of Malta’s Hypogeum Hal Saflieni. Anciente Origins, 20 january, 2014. Disponível em:https://www.ancient-origins.net/news-history-archaeology-mysterious-phenomena/experts-unravel-sound-effects-malta-s-hypogeum-hal https://en.wikipedia.org/wiki/%C4%A6al-Saflieni_Hypogeum

Hyal-Saflieni Hypogeum.https://en.wikipedia.org/wiki/%C4%A6al-Saflieni_Hypogeum

Malta Caverns – The Hypogaeum of Hal Saflieni–UniversalSkywalker. https://www.youtube.com/watch?v=ZeRETJCuloc

Hal Saflieni Hypogeum. http://www.malta.com/en/attraction/culture/temple-historical-site/hal-saflieni-hypogeum

Caverna de Malta – O Hypogeum de Hal Saflieni-UniversalSkywalker disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ZeRETJCuloc

OM Mantra Sond of Universe. Disponível em: https://youtu.be/QHJAVFyl5SI

Curiosa pesquisadora das mais diversas áreas do conhecimento, autora de variados tipos de textos, expostos em https://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/publicacoes/index.php

Posted in Lugares Misteriosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *