ATLÂNTIDA e os Escritor de Platão

Home Fóruns Debates ATLÂNTIDA e os Escritor de Platão

Visualizando 3 posts - 1 até 3 (de 3 do total)
  • Autor
    Posts
  • #2311
    Maik Barbara
    Participante

    A transcrição das anotações de Sólon, antepassado de Platão em 6 gerações, é pouco conhecida, ou pouco difundida. No entanto, é uma realidade.
    Enquanto acadêmicos, donos da pseudo-verdade, se empenham a nível quase zero para refutar de forma coerente e consistente a teoria da existência desse Reino Perdido, outros historiadores e arqueólogos trabalham com afinco a fim de provar tal existência distante de um reino que ultrapassou os limites entendíveis de inteligência e avanço tecnológico do passado milenar antes do tempo contemporâneo.
    Sólon explorou o Egito na busca por mais conhecimento num intercambio considerado normal para a época. 2.600 anos atrás ele partiu da Atenas rumo ao templo de Nit, Deusa Egípcia da Guerra, para que o sacerdote daquele prédio trouxesse luz sobre a tradução dos escritos nas paredes do local. Foi ali que obteve as medidas da planta da cidade, o formato, conheceu sobre seu povo, costumes e destaque intelectual diferenciado, além do grande fato que mudou o rumo da história da cidade-capital, sua destruição repentina.
    Foi narrado que 9mil anos antes da visita de Sólon, Atlântida tinha sido destruída por ventos, água e terremos, e tudo ocorrido em um dia e uma noite.
    Somando os períodos temos 2600+9000 = 11.600 anos atrás. O que por coincidência ou não, foi o exato momento do passado quando houve uma extinção em massa da megafauna terrestre mamífera, evento largamente conhecido e estudado por outras áreas do conhecimento que não pela história.
    A culminância desse evento e as datas narradas pelas obras de Platão, Timeu e Crítias, por si só já servem como suportes para a existência e destruição da cidade tido como mítica. Entretanto, ainda assim é dada como fruto da imaginação de um autor de 200 anos aC.
    O fato é, por volta de 12mil anos atrás era o período Neolítico, e em seguida veio a pré-história. Segundo os livros acadêmicos, o homem como somos hoje começou sua caminhada de conhecimento avançados apenas milhares de anos depois que a cidade de Atlântida foi destruída. E isso sendo uma contradição com as velhas teorias, novas provas precisão ser contundentes e nítidas demais para que sejam aceitas pela sociedade científica dita como séria e investigadora do passado.
    Enfim, Atlântida existiu. Foi um grande reino, sua capital pode ter sido destruída 11600 anos atrás, e em contrapartida não sabemos por quantos anos antes disso ela existiu, e por onde no mundo todo essa civilização colocou colônias que posteriormente à grande extinção continuaram a viver e evoluir…

    #2337
    Rafael Marques
    Participante

    As inscrições de Platão dão indícios que a cidade lendária existiu de verdade e em vários documentários que já assisti diz que ela poderia estar na ilha de Santorini da Itália no Mar Mediterrâneo ou até mesmo depois do que é chamado do Muro de Hércules (estreito de Gibraltar)

    #2376
    Maik Barbara
    Participante

    Rafael, desculpe a demora.
    Na verdade Atlântida, pelos indícios narrativos históricos dever ser mais interpretada como um REINO que propriamente apenas uma cidade. Na matéria até citei por vezes que Atlântida como idealizam era a cidade-capital, e que tinha colônias distribuídas pelos continente e mundo. Uma das provas disso é a inscrição no templo de Nit onde reza que o Egito antigo como o conhecemos teve início por uma colônia atlante.
    A Ilha de Santorini da Itália guarda seus mistérios também, assim como a ilha de Malta, próxima daquela região, e suas ruínas aquáticas. Não há, porém, indicativo algum que sejam de origem tão distante no tempo quanto a datação da civilização Atlante, cerca de 12mil anos atrás. Mas é mais uma prova da subida abrupta e rápida dos níveis dos mares em medidas que ultrapassam 100 metros, o que culmina com as várias narrativas de povos e em continentes diferentes falando do desaparecimento da cidade-capital Atlântida.
    Para ser algo tão falado, registrado e lembrado por tantas gerações, Atlântica deve ter sido de fato uma conquista humana extraordinária que marcou seu tempo e centenas de anos após sua “destruição”.

Visualizando 3 posts - 1 até 3 (de 3 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.