Romanos na América (?)

Algumas descobertas e testes de DNA podem atestar a possível presença dos antigos romanos no Novo Mundo, além de comprovarem a grande importância que era dada à navegação e à cartografia na antiguidade

A polêmica teoria de que muito antes de Cristóvão Colombo outras civilizações alcançaram a América tem ganhado ainda mais força graças a algumas evidências arqueológicas e científicas. Alguns pesquisadores tentam demonstrar que os antigos romanos – mais de mil anos antes – teriam cruzado os oceanos, inclusive todo o Atlântico, e isso foi possível devido aos seus conhecimentos geográficos e avançada tecnologia naval. Essa discussão sobre a provável capacidade tecnológica de povos antigos pode confirmar ainda mais a ideia de que o processo de evolução da humanidade é completamente diverso de tudo aquilo que a nós possa ter sido propagado desde então.

Com relação aos antigos romanos, sabemos através de possíveis provas que eles eram conscientes da existência de outro continente. Na verdade, essa especulação de novas terras além-mar já fora narrada ainda na antiguidade por Platão, em seu livro Timeu e Crítias, em que o filósofo nos afirma que existira um continente – hoje conhecido por Atlântida – o qual era situado além das Colunas de Hércules. Essa expressão “Colunas de Hércules”  – de acordo com a mitologia grega, cenário de um dos esforços realizados por Hércules[1] – fora assim interpretada como sendo o estreito de Gibraltar, que separaria o Mar Mediterrâneo e o Oceano Atlântico, além de ligar os continentes europeu e africano.

LEIA MAIS

Jornalista, apresentadora, repórter e fotógrafa, formada pela Universidade Federal de Alagoas.