Governo Dos EUA Possui Documento Sobre “Nephlim” Enterrado E Tumba De Gilgamesh

A internet em língua inglesa está em grande agitação nos últimos dias. A confusão se dá por conta de um requerimento recebido por e-mail pelo Departamento de Estado dos EUA, baseado na Lei de Acesso a Informação ou FOIA, The Freedom of Information Act, com o seguinte assunto: Requesting documents pertaining to the resurrection chamber of Gilgamesh, the location of his body and the location of the buried Nephilim, que traduzido para o português significa “Solicitando documentos relativos a câmara de ressurreição de Gilgamesh, a localização do corpo e a localização do Nephlim enterrado”.

A solicitação foi protocolada por Denetra D Senigar, em 13/12/2018, que recebeu a numeração “F-2019-02110”. O requerimento consta com o status Closed, demonstrando que a demanda foi resolvida.

Veja a solicitação neste link, na págna 470 do primeiro arquivo: https://foia.state.gov/Search/Results.aspx?searchText=gilgamesh&beginDate=&endDate=&publishedBeginDate=&publishedEndDate=&caseNumber=

Requerimento solicitando documentos relativos a câmara de ressurreição de Gilgamesh, localização de seu corpo e localização de Nephlim enterrado.

HOAX

Apesar do requerimento ser absolutamente verdadeiro, está circulando um Hoax de que o e-mail foi recebido pela política norte-americana Hillary Clintonsendo essa informação uma óbvia mentira divulgada por sites que se utilizam de clickbait − estratégia de gerar tráfego em sites − e da desinformação por motivos escusos .

A narrativa sobre Clinton, trata-se de um grande embuste, porque o e-mail foi recebido durante a administração Trump, pelo Departamento de Estado, como dito anteriormente.

COMO FUNCIONA O SISTEMA FOIA

No intuito de buscar as melhores informações para desvendar esse mistério, verifiquei o Electronic Code of Federal Regulations, parte 171, que trata das políticas de acesso público à informação.  Em um primeiro momento de investigação, surge a suspeita de que tal e-mail pode ser um mero trote, contudo, estudando a legislação mais a fundo, mesmo não sendo um especialista, é possível perceber que se foi divulgado significa que o e-mail tem algum tipo de credibilidade, pois, no § 171.2, que trata dos registros que devem ser mantido, está escrito: “A maioria dos registros mantidos pelo Departamento referem-se à formulação e execução da política externa dos Estados Unidos. O Departamento também mantém certos registros que pertencem a indivíduos, como pedidos de passaportes dos EUA, pedidos de visto para entrar nos Estados Unidos, registros de assistência consular prestada no exterior por postos do Serviço de Relações Exteriores dos EUA a cidadãos americanos e residentes legais permanentes e registros no Departamento funcionários“.

Através do texto, é possível perceber que uma mera “pegadinha” não seria mantida nos registros do Departamento de Estado. Mais à frente, no § 171.3, “estão disponíveis no site da FOIA alguns registros liberados pelo Departamento de acordo com as solicitações da FOIA e compilações de registros revisados ​​e liberados em certos projetos especiais“. Ou seja, os registros passam por um filtro burocrático importante que provavelmente segue as determinações legais vigentes naquele país.

Sobre o conteúdo do e-mail, é possível que ele esteja classificado em algum dos dispositivos que tratam da retenção de conteúdo: “as nove categorias de isenção que autorizam agências governamentais a reter informações são: 1) informações classificadas para defesa nacional ou política externa 2) regras e práticas internas de pessoal 3) informações isentas de acordo com outras leis 4) segredos comerciais e informações comerciais confidenciais 5) memorandos ou cartas entre agências ou intra-agências que são protegidos por privilégios legais pessoal e arquivos médicos 6) registros ou informações de aplicação da lei 7) informações sobre supervisão bancária 8) informações geológicas e geofísicas”.

A LINGUAGEM UTILIZADA CHAMA A ATENÇÃO

No e-mail enviado por Denetra D Senigar, consta a expressão pouco usual the resurrection chamber ou câmara de ressurreição, que denota uma espécie de tumba ou câmara mortuária feita com o objetivo de se retornar a vida, motivo muito popular no antigo Egito entre os faraós, assim como nos faz relembra a história de Qin Shi Huang e o seu exército de terracota, construído para proteger o imperador da China na vida após morte. No entanto, o normal, neste caso específico, seria um pedido por informações por uma tumba, mausoléu ou câmara mortuária, o que demonstra que a “coisa” foi denominada de forma pitoresca.

Também, no misterioso assunto da solicitação, percebe-se que existe a tal câmara, o corpo do rei sumério Gilgamesh que se encontra em local desconhecido e um nephlim enterrado em outro, o que são três informações diferentes pedidas por Senigar.

QUEM É DENETRA D SENIGAR?

Com a facilidade dos mecanismos de busca, podemos procurar qualquer pessoa na internet. Também, considerando o nome pouco comum da usuária que enviou e-mail ao Departamento de Estado dos EUA, espera-se uma facilidade ainda maior na pesquisa. Contudo, há poucas informações sobre a cidadã na internet. Após a pesquisa, chega-se a conclusão que possivelmente ela mora no estado do Alabama e trabalha no RH da Faulkner University, ou na Outsource One LLC. Estes trabalhos não demonstram ligação com a estranha solicitação.

GILGAMESH

O poderoso Gilgamesh, 2/3 deus e 1/3 homem, cujo o pai era um invisível, foi rei de Uruk por 126 anos em uma dinastia de 12 reis que governaram por 2.310 anos, segundo a Lista de Reis Sumérios. Qualquer datação sobre o reinado dele não passa de mera especulação.

O senhor de Kulaba está eternizado no reconhecido primeiro épico da história da humanidade, A Epopeia de Gilgamesh. Nessa história, ele é retratado como um rei brutal que desprezava seus súditos, até que os anunnaki, cansados de sua maldade, criaram um homem tão forte como ele, Enkidu, para desafiá-lo. O resultado da luta entre os dois semideuses foi um empate.

Estranhamente, Gilgamesh ficou muito satisfeito com o resultado, porque enfim havia encontrado alguém como ele.

Logo após, o rei de Uruk se tornou um homem mais calmo e isso gerou uma grande amizade com Enkidu. Um dia, entediados com a vida em Uruk, Gilgamesh e Enkidu decidem desafiar Umbaba, o touro do céu.

Nessa batalha contra Umbaba, Enkidu morre, e a partir deste momento, o senhor de Kulaba fica obsessivamente preocupado com a morte, o que fez com que ele dedicasse toda sua existência a busca pela eternidade, algo que ele não consegue evitar, segundo o épico.

Entretanto, após ler a história, nota-se que o texto do assunto do e-mail the resurrection chamber of Gilgamesh, the location of his body, combina com a epopeia.

Gilgamesh, representado como gigante.

NEPHLIM

Os nephlim foram gigantes brutais descritos na Bíblia, Livro de Enoque entre outros. Eles eram filhos dos anjos caídos com as mulheres humanas, híbridos, como Gilgamesh.

Sucedeu que, quando os homens começaram a multiplicar-se sobre a terra, e lhes nasceram filhas,
viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
Então disse o Senhor: O meu Espírito não permanecerá para sempre no homem, porquanto ele é carne, mas os seus dias serão cento e vinte anos.
Naqueles dias estavam os nefilins na terra, e também depois, quando os filhos de Deus conheceram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos. Esses nefilins eram os valentes, os homens de renome, que houve na antigüidade.

Gênesis 6:1-4

Assim, perante os filhos de Israel infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: A terra, pela qual passamos para espiá-la, é terra que devora os seus habitantes; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura.
Também vimos ali os nefilins, isto é, os filhos de Anaque, que são descendentes dos nefilins; éramos aos nossos olhos como gafanhotos; e assim também éramos aos seus olhos.

Números 13:32,33


Referências

https://foia.state.gov/Search/Results.aspx?searchText=gilgamesh&beginDate=&endDate=&publishedBeginDate=&publishedEndDate=&caseNumber=

https://foia.state.gov/Learn/FOIA.aspx

https://www.ecfr.gov/cgi-bin/text-idx?SID=2809ca29213ba41b44fce61c7dae15d0&node=22:1.0.1.18.85&rgn=div5#se22.1.171_12

https://foia.state.gov/Search/Results.aspx?searchText=gilgamesh&beginDate=&endDate=&publishedBeginDate=&publishedEndDate=&caseNumber=

https://www.bizapedia.com/al/outsource-one-llc.html

https://www.researchgate.net/profile/Denetra_Senigar

https://www.bibliaonline.com.br/

Epopeia de Gilgamesh

Lista de Reis Sumérios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *