Cerca De 30 Pedras Até Então Desconhecidas Descobertas No Stonehenge Armênio

Cerca de 30 pedras com buracos até então desconhecidas foram descobertas em Carahunge ou Zorats Karer (o Stonehenge armênio).

Outras pedras de importância astronômica também foram encontradas durante os trabalhos de medição realizados em conjunto pelo Observatório Byurakan e a Universidade Nacional Armênia de Arquitetura e Construção.

A equipe realizou a varredura computadorizada do monumento e da área adjacente, e a varredura fotográfica aérea do local. Todas as pedras com buracos foram fotografadas e medidas.

Depois que os resultados das medições forem somados, os cálculos astronômicos começarão com base em dados novos e altamente precisos.

Imagem de helicóptero de Karahundj

AAEAAQAAAAAAAAPOAAAAJDNjY2NiMmM3LWY1MWMtNGQ1Yi1iZTNmLWYxYTcyZTRhNzcwYw.jpg

Zorats Karer, é um sítio arqueológico Pré-Histórico conhecido como Carahunge, Karahunj ou Qarahunj, localizado próximo a cidade de Sisian, na província de Syunik, em um planalto 1700 metros acima do nível do mar, na Armênia, que tem atraído a curiosidade do público em geral e muitos debates.

O nome Carahunge significa “Pedras que falam”, porque no local existem 223 menires dos quais 84 se encontram estranhos buracos, e, quando o vento bate nas pedras de basalto, ruídos são produzidos. Esses grandes megálitos armênios variam de 0,5 a 3 metros de altura, pesam até 10 toneladas e estão dispostos em diferentes direções.

Leia também: http://revistaenigmas.com.br/2019/07/stonehenge-armenio-e-um-grande-misterio-pre-historico/



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *