Teria sido a Arca de Noé um banco de DNA?

Antes da Arca, devemos começar falando sobre as descobertas arqueológicas do Grande Dilúvio. Estudiosos especulam que o aumento dos níveis dos oceanos poderia ter ocasionado o estouro do Mar Mediterrâneo por meio de uma represa natural, criando assim uma inundação tão grande que imergiu uma área estimada em 150.000 km² sob 150 m de água.

E, de fato, arqueólogos tradicionais sabem que no Mediterrâneo há mais de duzentas cidades submersas conhecidas. Essas cidades também de alguma forma foram inundadas ao mesmo tempo em que o Mar Negro.

Escrita no livro Gênesis, a história de Noé diz que Deus “viu que a maldade dos homens era grande” e decidiu destruir toda a criação. Apenas Noé, sua família e os animais a bordo da arca foram autorizados a sobreviver e repovoar o planeta. Mas seria esta a história toda?

LEIA MAIS

Profissional da área de tecnologia da informação, editor do site OVNI Hoje (www.onvihoje.com) e interessado em fenômenos anômalos, principalmente aqueles relacionados aos avistamentos de OVNIs.

Adão e Eva, e o mito da criação

Muitos de nós crescemos doutrinados por alguma das religiões abraâmicas. Estas são separadas em três vertentes: Judaísmo, Cristianismo e Islamismo. Todas são monoteístas e concebem o Deus dos textos sagrados como Universal e Criador de Todas as Coisas. As três falam sobre uma possível origem do Homem a partir de um molde de barro feito pelas mãos do próprio Deus. O conto bíblico continua dizendo que, após a criação, o homem teria sido posto no Jardim do Éden para que dele cuidasse. Também conta sobre como teria surgido a mulher a partir de uma das costelas de Adão, e, mais para frente, sobre como o casal teria caído em desgraça após ouvir a maléfica serpente que por ali se arrastava. Também sobre como Deus, ao perceber que algo neles havia mudado, se enfureceu e expulsou o jovem casal do Paraíso, os condenando a uma vida de trabalho e sofrimento. Essa estória sabe-se de cor e salteada, e, apesar da beleza propositalmente alegórica que o texto traz e da curiosidade perplexa que é capaz de causar, acaba por surtir na maioria das pessoas a racional e debochada desconfiança de que tudo isso não passa de um mito para explicar algo mais complexo. Ora… Aprendemos nas escolas que viemos e evoluímos do macaco!

Na verdade, a Teoria da Evolução não diz que o homem veio do macaco – esse é um equívoco comum sobre teoria de Darwin. A tal teoria diz que os humanos e os macacos possuem um ancestral em comum e que pertencem ao grupo dos primatas. De qualquer forma, levou muito tempo para que nossa sociedade aceitasse a Teoria da Evolução como crença mais coerente sobre nossa origem. Então, o que mais haveria para ser investigado se já temos a resposta?

LEIA MAIS

Estudiosa e investigadora da teoria do Astronauta Antigo. É roteirista dos quadrinhos Anunnaki: Os Senhores da Eternidade.

As Múmias de Nazca: Verdade ou Fraude?

Inicialmente, tal detalhe fica em segundo plano quando vemos sua clara anatomia anômala e estranha. A primeira coisa que chama nossa atenção, assim que repousamos os olhos nas Múmias de Nazca, são suas mãos e pés com três dedos extremamente compridos e seu crânio inusitado, visivelmente maior do que o comum e alongado. O vídeo começa dizendo que “podemos estar diante da maior descoberta arqueológica do século XXI”: será que tal afirmação está certa? Ou trata-se de uma grande farsa muito bem elaborada?

Apenas uma semana após o vídeo da múmia peruana ter sido publicado, outro trecho do documentário foi liberado no YouTube exibindo outras três múmias ainda mais estranhas. Também continham três dedos nas mãos e pés e crânios alongados, mas apenas cerca de 60 cm de altura!

Entretanto, afinal, como, onde e quando essas múmias bizarras foram encontradas?

Nesta matéria, a mais completa já publicada no Brasil sobre o assunto, será abordado em detalhes um dos casos mais polêmicos da história da Arqueologia em nosso continente para que sejam respondidas as questões levantadas acima.

LEIA MAIS

Programador neurolinguístico, pesquisador dos antigos mistérios, faz parte da escola online Método da Integração que já conta com centenas de alunos no Brasil e no mundo.